• Minhas compras
  • Entrar

R$ 44,00 Comprar

BelHell
  • autor: Edyr Augusto Proença
  • contribuições: Fernando Meireles
  • editor: Isabella Marcatti
edição:
1
selo:
Boitempo
idioma:
Portuguese
formato:
21cm x 14cm x 1cm
peso:
200 gr
ano de publicação:
2020
encadernação:
Brochura
ISBN:
9788575597484

Belhell é Belém, capital paraense, que, mais uma vez, pelas mãos de Edyr Augusto, se vê transformada não em cenário, mas em verdadeiro personagem desse brevíssimo romance urbano. Suas ruas, avenidas, becos, lanchonetes, clubes, casas noturnas, prostíbulos e hospitais são redimensionados pelas ações de Gil, Paula, dr. Marollo, Paulo e Sérgio Aragão. Contudo, é no clandestino cassino Royal, entre dados, cartas, fichas, dinheiro, uísque, cocaína, sexo e regras precisas, declaradas ou não, que o destino dos protagonistas é fatalmente posto em jogo. Uma narrativa que dá forma literária às diversas manifestações da violência cotidiana, revelando que o submundo está bem mais próximo do que ousamos imaginar. Após o sucesso de Pssica (2015), Edyr Augusto lança Belhell, sua sétima obra literária, todas publicadas pela Boitempo. O paraense tem uma carreira consolidada como romancista de histórias ácidas e cruas, com forte sotaque, a umidade e os dissabores da Amazônia. Seus thrillers incomodam e seduzem, mas também propõem reflexões sobre problemas encontrados em qualquer cenário urbano. Ler Edyr é um verdadeiro tratamento de choque: a velocidade brutal aliada à barbárie potencializa ao extremo o realismo presente em cada frase seca e cortante de suas narrativas. O estilo implacável, mordaz e direto, remete a algo como um soco no estômago de quem lê: “Meus livros falam sempre sobre pessoas. Pessoas que são atingidas por golpes de violência, pessoas que são atingidas em seu âmago e precisam reagir”, conta o autor em vídeo para a TV Boitempo. O autor teve quatro romances publicados na França nos últimos anos: Os éguas (que por lá saiu com o título Belém e recebeu o prêmio Caméléon de melhor romance estrangeiro, na Université Jean Moulin Lyon 3), em 2013, Moscow, em 2014, Casa de caba (Nid de vipères), em 2015, e Pssica, em 2017. Em 2020, quase simultaneamente a seu lançamento no Brasil, Belhell será publicado na França pela editora Asphalte, que publicou todos os anteriores no país. A obra Pssica teve seus direitos comprados pela 02 Filmes e será o primeiro longa-metragem dirigido por Quico Meirelles.